terça-feira, 1 de setembro de 2009

Desejo de poetizar

Eu quero ser uma poesia.
Eu quero ser bela assim.
Eu quero voar pelo mundo.
Eu quero enganar os ignorantes,
e emocionar os sábios.
Quero passar pelas mãos, pelas bocas, pelos corações.
Eu quero ser palavra de um casal apaixonado,
quero ser o grito do ser atormentado,
quero ser a escrita de um papel desesperado.
Quero falar sobre qualquer coisa,
sobre nada, sobre tudo.
Quero mudar meu rosto a cada novo olhar.
Quero me mostrar diferente pra cada canto.
Quero ser lida, quando na verdade sou eu quem leio.
Dar colo, um tapa na cara, um desabafo, eu quero.
Quero salvar o poeta e o leitor,
de uma só vez.
Ou duas, ou três...




27/08/2009

3 comentários:

Rodolfo Alves disse...

Que desejo lindo. Me senti o próprio eu-lírico! =D

☆Liliane♥ disse...

Amei a postagem!
Mas...
Esse negócio de passar pelas mãos, boca, corações...
Sei não, hein?
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
=*

Lex disse...

=)